IMG_20191213_150846

Nessuno studente puo essere lasciato indietro

Este ano, a Associação Nacional de Professores de Informática esteve presente na Maker Faire Roma. Entre as centenas de projetos de inovação tecnológica, experimentalismo e criatividade digital, ou instituições que mostram o que desenvolvem na crista da onda da inovação, contava-se o projeto Robot Anprino, desenvolvido pela ANPRI.

Robot Anprino: Que Nenhum Aluno Fique para Trás!

O nosso espaço na Maker Faire Rome.
O nosso espaço na Maker Faire Rome.

O projeto Robot Anprino, kit de robótica educativa desenvolvido por professores, procura responder à necessidade de acessibilidade das crianças e jovens que são alunos do ensino básico a instrumentos de aprendizagem na área da robótica e programação. Tem como lema que nenhum aluno seja deixado para trás e utiliza a combinação do potencial de três tecnologias, impressão 3D, programação por blocos e eletrónica de base arduino, para criar um kit de robótica de baixo custo, que pode ser montado em inúmeras configurações e programado por crianças.

Este projeto não se limita à construção de robots. Também aposta na formação de professores,quer na iniciação à programação e robótica, quer na conceção de atividades práticas, estruturadas e integradoras de diferentes áreas de aprendizagem, que permitam às crianças explorar a programação e robótica. Tem ainda um forte cariz social como kit de baixo custo, com alguns fornecidos a escolas de forma gratuita no âmbito de concursos que distinguem o esforço de professores com os seus alunos na promoção da aprendizagem da robótica e programação. Nas suas mãos, é uma ferramenta de desenvolvimento de competências nas áreas da tecnologia, fundamentais no mundo contemporâneo e futuro próximo. É um projeto aberto que pode ser remisturado por todos os interessados.

Maker Faire Rome 2018: nessuno studente è rimasto indietro.

As crianças italianas adoraram os Anprinos.
As crianças italianas adoraram os Anprinos.

Foi essa a dinâmica que quisemos partilhar em Roma, neste evento reúne alguns dos criadores de topo na comunidade Maker europeia. A reação do público que nos visitou foi surpreendente. Empreendedores e pessoas ligadas à indústria elogiaram as soluções tecnológicas do Anprino. Professores italianos descobriram o que se faz cá em Portugal nestes domínios, e partilharam metodogias de trabalho. Visitantes e curiosos ficaram surpreendidos com o lado social do projeto, sem fins lucrativos, enfatizando a promoção da igualdade na acessibilidade à tecnologia para crianças.

Mas as verdadeiras estrelas desta nossa aventura romana foram as crianças . Foram muitos os momentos em que o espaço da ANPRI se tornou um verdadeiro recreio, no melhor dos sentidos. Era constante ter meninas e meninos deliciados , interagindo com os nossos robots .

E, à noite, que tal levar uma Anprino Nana à Fonte de Trevi?
E, à noite, que tal levar uma Anprino Nana à Fonte de Trevi?

Para a Faire, levámos um exemplar de cada um dos nossos modelos: Luis, um segue-linhas autónomo que surpreendeu todos os visitantes, Nandy, com sensores que evitam obstáculos e andou pelo meio dos visitantes, e Arthur, que por ser controlado por Bluetooth foi constantemente conduzido pelas crianças que nos visitaram. Levamos também outros modelos que mostravam aos visitantes diferentes configurações de montagem e programação do Anprino, e um protótipo do Nana, um pequeno robot pensado para tirar partido da Internet das Coisas.

Partimos de Roma com o coração cheio. O Anprino, como dizemos, é um projeto de afetos, e o brilho nos olhos das crianças que nos visitaram , o seu sorriso enquanto interagiam com os nossos robots , alegrou-nos a alma . É por isto que trabalhamos , para que os nossos alunos desenvolvam competências que lhes permitam construir um futuro melhor . Adicionalmente, representámos Portugal num evento tecnológico ao nível europeu e com impacto global. Mais do que o nosso projeto, demos a conhecer aos visitantes, participantes e organização da Maker Faire Rome o que por cá se faz nos dominós da inovação em educação . Mais do que a Associação de Professores de Informática, representamos os professores que se dedicam à inovação, e todos os que levam o Anprino para as suas atividades, clubes de robótica ou sala de aulas.

IMG_20191213_150846

Ci troviamo a Roma?

MFR

Foi com muita alegria que recebemos a notícia. O projeto Robot Anprino foi selecionado para participar na Maker Faire Roma, o maior evento europeu dedicado à cultura Maker.  Este evento irá decorrer entre os dias 12 e 14 de outubro, e o Robot Anprino junta-se às centenas de projetos maker vindos de toda a europa para este momento de partilha e aprendizagem.

IMG_20191213_150846

A Pensar Em… Robot Anprino

a pensar em

O projeto A Pensar Em, que se dedica a criar divertidos e úteis tutoriais em vídeo sobre ferramentas TIC, tem uma série de vídeos dedicados ao Robot Anprino. Neles, mostram como trabalhar com o nosso robot, desde a montagem inicial à sua programação.

Este recurso, mais um que se junta à crescente comunidade de utilizadores do Robot Anprino, é uma preciosa ajuda para aqueles que se estão a iniciar na robótica educativa. Visitem-no no canal do YouTube A Pensar Em, ou na sua página web.

IMG_20191213_150846

Anprino Correios chega ao Museu das Comunicações

Anprino Museu Comunicações

Na passada terça-feira, dia 26 de junho, a Fundação Portuguesa das Comunicações – Museu das Comunicações recebeu o seu Robot Anprino. Este robot foi uma oferta da Associação Nacional de Professores de Informática, que passa a pertencer ao Museu, como ferramenta de apoio às atividades educativas.

Anprino Correios

Pensando nas temáticas históricas que o Museu das Comunicações aborda, o seu Anprino tinha de ser especial. A entrega do “Anprino Correios” aconteceu numa sessão de apresentação do robot a um grupo de alunos, do Agrupamento de Escolas de Queluz – Belas, que contou com a presença da Presidente da ANPRI, Fernanda Ledesma, e da Diretora do Museu das Comunicações, Cristina Weber.  O Museu das Comunicações registou o momento na sua página.

IMG_20191213_150846

É de pequenino… que se monta um Anprino

29258463_408276142929281_5049131830549151744_n

Estas são imagens que aquecem o coração da equipe do Robot Anprino. Vieram da escola de Castro Verde, onde os meninos da Professora Paula Freire estão a montar os seus Anprinos. É fantástico ver como conseguem superar, por tentativa e erro, experimentando sem medo, o desafio de montar o robot. E ainda partilharam um vídeo nas redes sociais.

O Robot Anprino não foi concebido para ser de montagem fácil.  A lógica de design seguiu o princípio de ser o mais aberto possível no seu potencial, reconfigurável de acordo com as necessidades e imaginação de cada utilizador. Não pensámos ver os Anprinos em mãos tão pequenas. Estas imagens mostram, além de um excelente trabalho, que com entusiasmo e persistência as dificuldades ultrapassam-se.

IMG_20191213_150846

Nano 1.0

IMG_20180118_172333

Já andou por alguns eventos, mas ainda não tinha chegado à versão 1.0. O Anprino Nano, afetuosamente conhecido como nana, é uma versão miniatura do kit pedagógico robot Anprino, que corre sobre uma ESP8266. Para já é controlado por wifi, em breve iremos adicionar outras funcionalidades.

IMG_20180118_134855

Pelo seu tamanho, este Anprino tem uma filosofia diferente dos robots originais, embora partilhe do mesmo princípio de tirar o máximo partido de uma plataforma aberta. Partimos de uma base concebida para suportar todos os componentes mecânicos e eletrónicos, sobre a qual pode ser colocada uma carapaça para proteger os componentes e dar um aspeto mais divertido ao robot. Redesenhar esta carapaça poderia ser um desafio à comunidade.

IMG_20180118_172314

Mantemos a aposta em tecnologias abertas e de baixo custo, conjugadas com impressão 3D. A primeira versão ainda requer algumas afinações de design, mas a Nana já diz Olá Mundo!