You are not logged in. (Login)

 
 
Picture of Fernanda  Ledesma
ANPRI reúne com o Ex.mo Sr. Secretário de Estado
by Fernanda Ledesma - Tuesday, 31 May 2016, 10:02 PM
 

A ANPRI teve oportunidade de apresentar as propostas para a área da informática e tecnologias, bem como para as estruturas técnicas e pedagógicas das escolas. A ANPRI foi, hoje, recebida por sua Ex.ª o Senhor Secretário de Estado da Educação, Professor Doutor João Costa no Ministério da Educação.

Relativamente à disciplina de TIC foi-nos garantido que está previsto o desdobramento, nos mesmos moldes das línguas e outras disciplinas, no Despacho de Organização do Ano Letivo que irá ser publicado.

Relativamente ao equilibro do ensino da informática e das tecnologias nos diferentes ciclos, desde o 1º, 2º e 3º ciclos até ensino Secundário, definindo níveis de dificuldade, com harmonia, quer entre os diferentes níveis, quer à faixa etária do aluno, de modo a atingir o perfil de competências definido que a ANPRI propõe. Fomos informados que a elaboração do perfil de competências, que todos os alunos do ensino regular devem ter no final de 12 anos de escolaridade é para avançar e que será neste âmbito que estas propostas serão discutidas.

A ANPRI apresentou os problemas dos percursos do ensino secundário para acesso às engenharias, na área da informática. Relativamente aos alunos do ensino profissional referimos o facto dos alunos terem de realizar exames nacionais, cujos conteúdos não têm no seu currículo, exigindo-lhes um esforço extraordinário, num ano que realizam estágio em contexto de trabalho e PAP. Relativamente aos alunos do percurso regular de ciências e tecnologias, salientamos o facto de não terem nenhuma disciplina adequada no percurso, que os sensibilize e lhes mostre as perspetivas nesta área, sendo obrigados a frequentar disciplinas que não precisam.

Foram também apresentadas e discutidas algumas questões relacionadas com a coordenação/gestão das TIC nas escolas, salientando-se que era necessário redefinir esta área de atuação, pois nada de concreto existe atualmente.

Foi uma reunião bastante longa, da qual concluímos que os problemas e pontos fracos estão identificados. É necessário trabalhar no sentido de encontrar soluções. Reiteramos a nossa disponibilidade para colaborar nos processos que forem necessários.