Últimas Notícias

Contributos da ANPRI para definição de estratégias para colmatar a falta de Professores de Informática

Contributos da ANPRI para definição de estratégias para colmatar a falta de Professores de Informática

by Fernanda Ledesma -
Number of replies: 0

Disponibilizamos o nosso contributo para a definição de estratégias de forma a colmatar a falta de professores de informática.

A ANPRI tomou posição sobre a nota informativa emitida pela DGAE (Necessidades Temporárias) e da nota do Ministério da Educação à comunicação social (Reforço de medidas de gestão do corpo docente).

A situação da falta de docentes preocupa-nos muito, mas inquieta-nos, também, a ausência de estratégias e ações para dar resposta à situação.  Após a tomada de posição solicitamos reuniões a diversos intervenientes na educação, entre eles, a atual tutela, sindicatos, representantes de pais, entre outros intervenientes neste processo. Algumas já decorreram, outras estão agendadas durante as próximas semanas. Nestas reuniões partilhamos as nossas ideias, propostas e estratégias e ouvimos as diferentes opiniões.

Assim, da análise de documentos e normativos e também das conversas mais formais e outras mais informais, fomos elaborando o conjunto de propostas elencadas neste documento. É, pois, tempo de   passar das palavras à ação concreta, sobre um tema que parece que todos têm opinião, mas não se vislumbram ações, ainda, que a preparação do próximo ano letivo se aproxime a passos largos.  

Ao ler este documento deve ter-se em conta que à Associação Nacional de Professores de Informática (ANPRI) cabe pronunciar-se sobre os problemas que afetam o grupo de recrutamento 550 (Informática), que representamos com a legitimidade conferida pelos normativos que regulam a ação das associações profissionais. Importa, salientar este facto, para que fique claro, que há situações e propostas que apresentamos neste documento que são exclusivas do grupo e outras que podem ser extensíveis a todos os professores. Mas que não é nossa missão apresentar propostas com essa abrangência.

Iniciamos este documento sobre as dúvidas que, ainda, temos na interpretação da nota informativa da DGAE, procedemos à contextualização e identificação dos problemas, no que se refere ao grupo de informática (550) e por fim apresentamos as propostas.